Mente sã, corpo são!

Cuidar da saúde mental também é importante para o controle do Diabetes

Diabetes. Ao ouvir essa palavra, quais são as primeiras coisas que vem à sua mente? Provavelmente, açúcar, insulina, controle glicêmico e doença sem cura fazem parte da sua resposta. Mas, o que quase ninguém pensa, inclusive por ser um assunto pouco disseminado, também faz parte do dia a dia de muitos diabéticos: distúrbios psíquicos.

A saúde mental de uma pessoa pode ser extremamente afetada quando o diagnóstico de diabetes é feito. Aliás, vale salientar que inclusive em casos de diabetes tipo 1, ou seja, quando já se nasce com a doença, a mente não está livre de possíveis transtornos.

Receber o diagnóstico de uma doença crônica não é fácil. Por isso, além das indicações de tratamento, é preciso orientar o paciente (o amigo, o filho, o pai, seja quem for perto de você que tenha uma doença crônica) a buscar ajuda para manter o psicológico estável.

Negação e medo

A negação pode ser o primeiro estágio de uma pessoa ao ouvir que o diabetes faz parte, a partir de então, de sua vida. O que é entendível e normal – até certo ponto. O que não pode acontecer é negar tratamento, acompanhamento e cuidados necessários por muito tempo. Afinal, especificamente no caso do diabetes, é preciso controle diário para manter o quadro estabilizado.

O medo também faz parte. Mas, não se desespere. Plano alimentar individualizado, rotina de exercícios, controle de glicemia, estar atento aos sinais do seu corpo… Considere uma oportunidade de ser ainda mais saudável. Não permita que a ansiedade tome conta de você.

Não deixe os exercícios físicos de lado. Além de todo o benefício fisiológico, há uma questão psíquica muito forte. Atividades físicas favorecem a liberação de endorfina, serotonina e de outros hormônios que nos trazem prazer, felicidade, aumento da autoestima e sensação de bem-estar.

Amor e terapia

Amor próprio é essencial para qualquer pessoa em qualquer situação. Mas, especialmente para os diabéticos, amar a si mesmo é indispensável para manter os cuidados necessários em dia. Críticas e julgamentos não devem fazer parte do seu dia-a-dia, ainda mais quando partem de você mesmo.

Então, se o diabetes surgiu em sua vida, ame-se ainda mais, preocupe-se ainda mais com você e não descuide da sua saúde física, mental e espiritual.

Terapias multidisciplinares fazem muito bem! Procurar a ajuda de um psicólogo ou psicoterapeuta, por exemplo, pode ser a melhor solução para tranquilizar a sua mente. Aliás, vale dizer que não é preciso esperar o surgimento distúrbios mentais ou psicológicos para procurar esse tipo de terapia. Afinal, a prevenção é sempre o melhor tratamento.

Não hesite em buscar ajuda. Deixar para depois ou fingir que nada está acontecendo não são opções viáveis. O melhor é, assim que perceber um quadro excessivo de tristeza, negação da doença, ansiedade ou desespero, por exemplo, peça ajuda.

© Copyright – 2015 Clube do Diabetes. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: mufasa