Risco de diabetes tipo 2 é maior entre cônjuges

Diabetes tipo 2 cônjuges Clube do DiabetesConheça a pesquisa canadense que comprovou a relação entre casais e diabetes

Você sabia que, se seu cônjuge tem diabetes tipo 2, suas chances de desenvolver a doença são maiores? É isso, mesmo. De acordo com os cientistas da Universidade McGill, no Canadá, as chances são  aproximadamente 26% maiores.

A pesquisa foi feita, inicialmente, para verificar a importância de fatores ambientais no desenvolvimento do diabetes. Ou seja, o quanto que os hábitos das pessoas com quem se convive, afeta seus próprios hábitos. E os resultados foram os esperados.

Para a análise, os cientistas decidiram buscar resultados de pesquisas epidemiológicas anteriores. Assim, puderam verificar padrões em grupos maiores do que seria possível em uma análise independente. Foram pesquisados artigos científicos observacionais entre janeiro de 1997 e fevereiro de 2013 — considerada a era moderna de tratamentos para diabetes.

A busca resultou em mais de 2700 artigos científicos no período determinado. Destes, somente 25 foram filtrados como potencialmente relevantes para a revisão específica que estavam procurando. Mas estes também passaram por mais um pente fino — sobrando 6 no final. Parece pouco, mas estes seis estudos agruparam quase 75.500 casais!

Os estudos selecionados foram feitos nos Estados Unidos, na China, no Reino Unido, na Suécia e na Coréia do Sul. E os casais representados tinham de 52 a 74 anos de idade.

Algumas diferenças foram encontradas, entre os casais analisados. Por exemplo, quando mulheres desenvolveram o distúrbio primeiro, a relação foi menor. Enquanto isso, em um estudo com avaliação sistemática de tolerância à glicose, a relação foi maior na ocorrência do diabetes entre cônjuges.

Os pesquisadores, então, somaram cada um dos resultados e chegaram a uma média de 26% como resultado final. Eles atribuem esse fato a um conceito que chamaram de “agrupamento social”. Trata-se da tendência de pessoas que vivem juntas desenvolverem os mesmos hábitos de alimentação e atividade física.

Como o diabetes tipo 2 é, muitas vezes, resultado justamente do sedentarismo e alimentação inadequada, casais que cultivam esses hábitos têm maiores riscos.

 

Resolvendo o problema

O padrão encontrado na pesquisa mostra que as chances de desenvolver o diabetes é aumentada entre cônjuges devido à falta de hábitos saudáveis.

Assim, não é uma surpresa que a solução para este problema é o comportamento oposto. Aproveitem que vocês têm uma vida a dois e usem isso a seu favor! Montem uma rotina de alimentação saudável e exercícios em que um possa ajudar o outro. Afinal, o ideal é que nossa vida a dois sirva para nos fazer pessoas melhores, certo? E não para que nos acostumemos com hábitos nocivos à nossa saúde.

Por isso, se dediquem a melhorar um ao outro. Investir na saúde e bem-estar de si próprio e de quem amamos é a maior prova de que nos importamos!

© Copyright – 2015 Clube do Diabetes. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: mufasa