Por que você não está conseguindo gerenciar seu diabetes?

Está com dificuldade para controlar sua glicemia? Tente pensar mais em você

O constante controle sobre a alimentação, as atividades físicas regradas, os periódicos testes de glicemia, as aplicações de insulina… tudo isso diariamente, combinado à correria do trabalho e cuidar da casa, é um peso. É cansativo, sim, e todo mundo sabe.

“Todo mundo tem alguma coisa”. Outro dia ouvi essa frase na fila do supermercado, e fiquei pensando. Realmente, não existe uma pessoa que não tenha problemas. Mas o que isso significa, exatamente? Que ninguém tem problemas, então? Que nenhum problema é grave o suficiente? Que a gente precisa parar de reclamar?

Na hora que bate o cansaço, a última coisa que a gente quer ouvir é um “levanta e vai lutar”. A sensação é que ninguém no mundo consegue nos entender, não é mesmo? Mas nós próprios temos a capacidade de nos entendermos.

Vamos tentar uma abordagem diferente, aqui.

Se você está sentindo que, não importa o que faça, mesmo seguindo as recomendações de seu médico endocrinologista, não está conseguindo controlar sua glicemia, alguma coisa deve estar errada.
Será que não é seu estado emocional? Este estudo aqui de um grupo de pesquisadores da Universidade de Newcastle, na Austrália, mostrou que o stress e a ansiedade são fatores que influenciam no diabetes.

Já sei o que está pensando. “Mas todo mundo é nervoso, todo mundo é estressado. O que eu posso fazer se preciso cuidar de milhares de coisas ao mesmo tempo? Por isso eu nunca vou conseguir ser saudável? Quem é saudável, então?”.

Realmente, a ansiedade é o grande mal do século XXI. Mas isso não significa que ela não seja um problema real para a nossa saúde. O problema de lidar com o diabetes e estar constantemente estressado é que a ansiedade libera adrenalina e cortisol no sistema sanguíneo. Eles são hormônios que inibem o funcionamento da insulina.

Mas e aí? Como evitar a ansiedade? Parece impossível, eu sei.

Apesar de a gente sempre estar precisando realizar milhares de tarefas, tenho para mim que é possível “compartimentalizar” nossa ansiedade. Vou explicar.

Vamos, primeiro, dividir as partes das nossas vidas em caixinhas.

Primeiro, o trabalho. A gente está sempre recebendo uma demanda em cima da outra. Quando chegamos de manhã e vemos aquela caixa de entrada do e-mail lotada, já dá um desespero. Aí é o momento de respirar fundo e se organizar.

Se você prefere papel, faça uma agenda com os prazos e prioridades. Se você é da tecnologia, procure um dentre os milhares de novos aplicativos que foram inventados para te ajudar com essas questões. Pense em quanto tempo vai precisar para cada tarefa. Anote. E siga seu cronograma. Claro que você já sabe disso, mas lembre que ficar nervoso não te ajuda em nada.

Agora, sua alimentação. Essa é a mais importante para quem lida com o diabetes.

Sim, comer doces e gorduras é uma delícia. Mas, se você tem restrições alimentares, o que vai fazer a respeito? Sentar e chorar também não adianta. Nesta questão, o mais importante é agregar sabor à sua alimentação saudável. Não é tão difícil quanto parece.

Procure na internet por receitas que você pode comer sem peso na consciência e aprenda a cozinhar. E o mais importante de tudo: tenha alegria em cozinhar.

Não pense que é mais um trabalho em sua vida. Pense que é um tempo que você está reservando para você e para a sua saúde. Cozinhar, na verdade, é uma ótima forma de aliviar o stress do seu dia cansativo.
Tem que cozinhar? Vamos fazer disso um momento agradável. Equipe sua cozinha com equipamentos novos e modernos. Pode ser aos poucos. Mas aquela colher colorida, aquela frigideira desenhada… Você vai chegar em casa e já vai ter vontade de usar. Sabe criança com brinquedo novo? É a mesma lógica.

Compre massas integrais e coloridas para fazer sua macarronada. O alimento integral é super útil no controle do diabetes, porque ele faz sua digestão ser mais rápida, além de outras funções. Coloque-as separadas em potes charmosos. Sabe? Decore sua cozinha! Coisas bonitas vão te dar alegria, pode confiar.

Para sua necessidade de exercícios físicos diária, a lógica é a mesma.

Agregue alegria. Sempre! Ao invés de se enfiar em uma academia com aquela música alta, que tal um parque? O contato com a natureza, por mais que seja dentro da “selva de pedra”, vai te fazer bem. Além do ar que respirar durante o exercício ser bem melhor que o ar-condicionado da academia, vamos combinar. Coloque uma música agradável e pense só no seu bem-estar.

Se você tem filhos, marido, cachorro, papagaio… Tente dar mais autonomia para essas pessoas. No caso do cachorro e do papagaio, divida a responsabilidade de cuidar deles com seus familiares. Ninguém tem que cuidar de tudo sozinho.

Tente seguir essas dicas e viver melhor consigo mesmo. Se sentir saudável e relaxado vai te dar mais energia para conseguir lidar com todas as suas tarefas!

© Copyright – 2015 Clube do Diabetes. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: mufasa