Diabetes e cigarro não combinam: abandone esse vício!

Acabe já com este hábito!

Diabetes e tabagismo pode ser uma combinação muito perigosa para a saúde. De um lado, estão os riscos de complicações cardiovasculares, oculares e renais, que o diabetes pode oferecer. Do outro, diversas doenças pulmonares que podem ser causadas pelo cigarro.

É possível viver bem com o diabetes. Mas, para isso, deve-se adotar um estilo de vida saudável, incluindo dietas balanceadas e exercícios físicos, além de evitar o que é prejudicial para a saúde, como gorduras, excesso de açúcar e carboidrato e, claro, bebidas alcoólicas e tabaco.

Veja algumas razões e dicas para abandonar esse vício!

Riscos

Disfunção erétil, estímulo da obesidade central (quando há excesso de gordura na região superior do corpo, normalmente mais localizada no abdômen) e aumento das chances de inflamações são alguns dos riscos que o cigarro, em conjunto com o diabetes, pode oferecer.

Além disso, o tabagismo contribui para a diminuição de oxigênio em todos os tecidos do corpo, o que faz aumentar o risco ataques cardíacos e derrames cerebrais. Isso também pode danificar vasos sanguíneos e nervos, pois com a redução de oxigênio, os nervos incham, causando dores e infecções.

Ao contrário do que se pensa, é possível viver de forma saudável com o diabetes controlado. Para isso, você vai precisar mudar alguns hábitos e deixar de lado os vícios. Fazer refeições regulares com alimentos leves e diversificados e ser ativo vai te ajudar a lutar contra o sedentarismo, obtendo uma qualidade de vida melhor. Além disso, é essencial fazer exames de forma frequente para monitorar e conseguir controlar o nível de glicose.

Dicas para parar de fumar

1. Distraia sua mente!
Pratique outras atividades que mantenham suas mãos e sua boca ocupada. Afinal, o começo é sempre mais difícil e exige muito autocontrole. Por isso, não fique parado, concentrado no sofrimento. Masque pastilhas ou chiclete, beba muita água, leia um livro ou veja um filme interessante. Busque a atividade perfeita para você. Isso pode ajudar!

2. Outros hábitos
Fuja de tudo aquilo que te lembre cigarro. Vá a lugares que não permitem fumar, evite cafeína, beba muito líquido e descanse. Lembre-se de que o cansaço faz com que a vontade de fumar apareça.

3. Evite lugares com fumantes
Saia com amigos não-fumantes. Vai ser muito difícil ver outras pessoas fumando enquanto você está tentando deixar esse vício de lado. Caso todos os seus amigos sejam fumantes, peça a eles que não fumem enquanto você estiver por perto.

4. Cuidado para não desenvolver outros vícios
Se você sofre de ansiedade, fumar serve para escapar das turbulências. Abandonar esse vício pode desencadear outros, então é importante que você procure ajuda médica para resolver outras “pendências” do seu emocional, da sua psique e também do seu físico. Procure um médico pneumologista e até um psiquiatra. Ajuda muito!

5. Busque apoio
Tudo fica mais fácil quando temos alguém que nos apoia e acredita no nosso potencial em fazer algo. Por isso, busque forças nos amigos e na família.

© Copyright – 2015 Clube do Diabetes. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: mufasa