Clube do Diabetes no Tour de Cure !

Era uma vez uma menina que sonhava, muito! A cada fase da sua vida, ela tinha um sonho. E na medida d possível, fez acontecer. Queria fazer colegial na escola das amigas, que o Vestibulinho era disputado. Na noite anterior, foi para a matinê do clube e o irmão, que ia buscá-la  sofreu um acidente de carro e perdeu um olho. A noite foi terrível, mas ela foi mesmo assim prestar a prova. E passou em 2o. Lugar. Acabou não estudando naquela escola, pois se mudou para o interior com os pais. Viveu ali uma adolescência plena, feliz, com toda a liberdade que na cidade grande ela não poderia desfrutar. Foi muito bom! E quando chegou a época de vestibular, ela já havia decidido anos antes que ia fazer Publicidade na ESPM. Seu pai, que era farmacêutico bioquímico, marqueteiro e dava aulas de farmacologia, mkt e economia não queria. Mas ela foi pra São Paulo escondida, fez a inscrição pro vestibular , prestou, e passou: dos 153 colocados na primeira lista, lá estava o nome dela na 53a. Posição. E foi assim no primeiro estágio, e depois na farmacêutica na qual ela sonhou por uns 4 anos.

Muitas coisas aconteceram ao logo de sua vida. Problemas de saúde, problemas financeiros, o diabetes trouxe as temidas complicações , que a obrigaram a fazer mudanças em sua vida. E ela vive muito bem, obrigada.

Porque estou contando essa história? Porque essa pessoa ai de cima sou eu! As coisas para mim nunca foram muito fáceis. Por um bom período tivemos tudo, tínhamos uma vida muito boa! Mas as coisas mudaram, e no meio de uma realidade mais difícil, tinha que pelo menos acreditar que eu poderia conseguir. E foi isso que fiz. Deu certo.

Depois de tantos anos de revolta com o Diabetes, entendi que quanto mais eu brigasse, mais eu ia perder. Quando passei a me aceitar, entender que essa era a minha condição. O tratamento melhorou, e em 2012 veio o blog, junto com ele a vontade de ajudar outros diabéticos, e se possível, evitar que o que eu mesma me causei ( retinopatia, nefropatia) aconteça com outras pessoas.

Desde que comecei a me relacionar com esse mundo, passei a pesquisar, buscar referencias e a receber revistas de associações nacionais e gringas. E foi nessa que eu encontrei o Tour de Cure. Achei interessante, porque o nome remete ao Tour de France, uma prova de ciclismo ( uma das mais importantes do mundo talvez) que acontece nas estradas da França e sempre assistia durante as aulas de spinning . E sempre quis participar. Em todas as vezes que viajei, as datas das provas na cidade em que eu estava nunca coincidiram. Até que a coincidência veio esse ano!

Minha irmã está com viagem marcada para Chicago desde o início do ano para a formatura de um grande amigo e ficará por la uns dias. Ela havia me convidado, mas confesso que a grana está bem curta para viajar agora ( quem me acompanha no instagram sabe que fim do ano tem Mundial de Diabetes) e o dólar alto não ajuda muito. Até que fui olhar algumas reportagens na ADA e procurei pelo Tour de Cure ( só por desencargo de consciência): vai acontecer EXATAMENTE  na data em que minha irmã estará. Enlouqueci, o marido enlouqueceu , a irmã, a mãe. E começou o corre corre pra fazer acontecer. E não é que deu certo????? Que alegria!!!! E que presente de aniversário!!!! Minha mãe me deu a passagem, a hospedagem não vou precisar. Com isso, a viagem foi viabilizada!

Quero vocês acompanhando a viagem hein? Acompanhem tudo pelas redes sociais do Clube do Diabetes!

E o que é o Tour de Cure?

Este evento é promovido pela ADA ( American Diabetes Association) para arrecadar fundos ( doações) para pesquisas, informações para prevenção do diabetes, apoio jurídico, atividades públicas de conscientização.

Qualquer um pode participar, pois não exige nível avançado , ou seja, ninguém precisa ser um ciclista profissional. Participam diabéticos tipo 1, tipo 2, familiares, amigos…

Tour de Cure ADA

Tour de Cure ADA

Cada ciclista inscrito tem uma arrecadação mínima de doações*** para participar do evento, tudo revertido para a associação ( essa está sendo a parte mais difícil por aqui).

Tem gente que monta o próprio time com amigos, parentes, pedalam ciclistas individuais, ou é possível se juntar a um time já existente ( meu caso). O que importa mesmo é a união pelo mesmo motivo: Stop Diabetes!

***Se você tiver interesse em fazer uma doação, veja o post de amanhã com as dicas. Ou mande um e-mail para clubedodiabetes@gmail.com. Eles aceitam doações a partir de 10 dolares.

Estava pensando outro dia…seria tão bacana se tivéssemos algo parecido assim aqui no Brasil, não é mesmo? Será que um dia conseguiremos? Estou muito curiosa para ver tudo de perto, como é organizado, a motivação, o engajamento, o passeio do começo ao fim.

Tenho treinado legal para aguentar o passeio sem sustos ( por enquanto escolhi o trecho de 10 milhas , mais ou menos 16 km, mas pode ser que eu mude no dia se achar que estou bem), estou acompanhando alimentação com a nutricionista, dormindo bem. Que o Papai do Ceu me ajude nesta experiência completamente nova! =D


SIGA O INSTAGRAM @CLUBEDODIABETES