Teste de Glicemia TEM que ser obrigatorio!!!!

TesteGlicemiaObrigatorioRecentemente, para quem acompanha noticiários, uma notícia deixou nós diabéticos , familiares, amigos e até quem não tem alguma relação com a doença perplexos.

Uma garota veio a obito na cidade de Teresina, no Hospital Satelite, após dar entrada no pronto-socorro onde – de acordo com o hospital – ela apresentava um quadro de desidratação por causa dos vomitos excessivos. Em seu primeiro atendimento, foi ministrado soro glicosado na garota.

Luana era diabética tipo 1, mas não sabia. Como os hospitais não tem em seus protocolos a obrigatoriedade do teste de glicemia, foram feitos apenas os procedimentos padrão durante a consulta.

E o inevitável aconteceu.

Isso foi noticiado no final de maio, mas existem mais casos espalhados pelo país.

Uma amiga minha, Luciana, mãe de um diabético tipo 1 de 13 anos ( todos nós sabemos que essa idade é um pouco problemática), passou por algo parecido quando o filho deu entrada no Hospital Santa Catarina com Cetoacidose Diabética  e, apesar dos sintomas ( vomito, febre, palidez) o garoto foi encaminhado para a internação sem a realização do teste. E foi ministrado o soro glicosado. Se a mãe não estivesse por perto, se ele não soubesse que possui da doença, ou se a mãe não tivesse o conhecimento necessário sobre o assunto, essa história poderia sim ter tido um fim trágico. A Luciana enfrentou o médico e exigiu uma retratação. E o Felipe está super saudável agora.

Infelizmente, não faz parte do protocolo dos hospitais brasileiros a realização do dextro no primeiro atendimento. E por causa disso, a Silvia Onofre, do blog João Pedro e o Diabetes  iniciou uma campanha pela obrigatoriedade dos testes de glicemia em hospitais e nós, Blogueiros de Diabetes , estamos empenhados em fazer isso acontecer.

E o que isso significa? Porque?

Em todas as consultas realizadas em serviços de emergencia, médicos e enfermeiros realizam alguns procedimentos que ajudam a “fechar o diagnóstico”, ou verificar o estado de algum paciente que chega ao hospital, por exemplo, inconsciente. Neste momento, são realizados testes para verificar pulso,  respiração , pressão arterial, dor e temperatura. São os sinais vitais. Se um paciente é diabético, a não verificação da glicemia pode ocasionar equivocos da equipe na hora do tratamento, e isso pode se complicar. Além disso, pacientes que não sabem que são portadores da doença ( o que é MUITO comum com os diabéticos tipo 2), tomam conhecimento de sua situação. Isso significa salvar vidas, melhorar o atendimento, otimizar o tratamento.

O teste de glicemia TEM que se tornar uma rotina, seja em hospitais públicos ou privados. Acompanhe nossa campanha e junte-se a esta causa! 

teste-de-glicemia


SIGA O INSTAGRAM @CLUBEDODIABETES