Diabetes, Complicações e Dor

Ontem comecei a  escrever ( de novo) e não consegui terminar porque pelo iphone é bem complicado escrever um texto. 

Aqui estou eu de novo, pensando na conversa que tive com o ortopedista ontem a tarde.

Meu ciatico começou a querer me lembrar que ele existe, e estes dias , além dessa coisa chata que tenho na coluna, minha mão, que está com o carpo fissurado há um tempinho, também esta me matando. Caí esquiando há dois anos atrás, nunca senti dor, mas, de uns tempos pra cá, freqüentemente tenho que usar aquela órtese de mão e isso é bem irritante. Pra finalizar, como usei salto alguns dias, e particulamente na 6a feira passada uma plataforma somada a uma pista de dança, a planta do meu pé também está aqui, me deixando louca…de dor. Mesmo de chinelo, sapatilha, etc. 

Resolvi passar pelo médico pra ver tanta dor. 

O ciático eu já sei que devo ter feito algo “a mais”, porque ele pinça às vezes quando abuso, pego criança no colo, ando de bicicleta, salto alto. Tenho uma vértebra a mais na lombar, chamada de vértebra de transição, e ela está ligeiramente inclinada, o que faz  esse tipo de coisa acontecer . E dói as vezes. Esse ano, eu, que adoro treinar, tive que pisar no freio e mudar minha forma de usar as caneleiras,,,,com menos peso 🙁

A mão, fisioterapia, não tem jeito. E vou passar com um especialista na próxima semana, pra ver se existe algo que eu possa fazer pra melhorar….sem ter que operar. 

E o pé….alguém já sentiu dor na planta dos pés por dias? Isso é enlouquecedor!!! Como NÃO  usar os pés? 🙁    Mais uma fisio e um exame bem interessante que analisa a pisada e se houver necessidade, vamos recorrer a uma palmilha especial. Como ele perguntou se sinto formigamento nas pernas e pés e cansaço ***( e a resposta foi positiva), ele também pediu um exame para detectar a neuropatia diabética. Eu não tenho os sintomas padrão da neuropatia ( eu acho), mas este cansaço, dores e formigamento andam me preocupando. Não aguento ficar horas e horas em pé.

Image

Agora vou marcar todos exames e fisio e correr contra o tempo, pelo menos até as festas de fim de ano.

E fiquei pensando no problema que é ter limitações com remédios: não posso usar  anti inflamatórios de  forma alguma, corticóides fazem a glicemia subir, subir e não descer, e descobri ( como eu não sabia disso ainda?) que o Advil pra mim também é um veneno.

Porque?

O uso de anti inflamatórios para pacientes com problemas renais é contra indicado SEMPRE.  Estes medicamentos agem inibindo uma enzima chamada ciclooxigenase que produz outra chamada prostaglandina. São essas as substâncias responsáveis pela inflamação e dor. Porém, existem mais de um tipo de prostaglandina e ciclooxigenase, apresentando outras funções além de mediar processo inflamatórios. Como a inibição realizada pelos anti-inflamatórios é não seletiva, além de abortar a inflamação, ocorre também uma alteração nos efeitos benéficos dessas substâncias. Uma delas é a alteração no fluxo de sangue dos rins, eliminação de protínas pela urina ( Proteinúria / urina espumosa) .

Pessoas normais conseguem tolerar essas alterações, mas pacientes com problemas renais dependem muito das prostaglandinas para função dos rins, e sua inibição pode levar a um quadro de insuficiência renal aguda. Não existe nenhum anti-inflamatório que não piore a função renal em pacientes com insuficiência renal. São todos contra-indicados neste caso. Além disso, este medicamentos, por agredirem os rins, 

Eu , com tudo o que eu achava que sabia por ter trabalhado em laboratórios e ser filha de farmacêutico , caí do cavalo quando descobri que o Advil ge ( Ibuprofeno) l, tãaaaaaao bom para dor, é um anti inflamatório SIM.  Deus do céu, vamos ver os meus exames semana que vem. Realmente estou preocupada.

Resultado: me resta agora iniciar novamente o tratamento com o Lyrica ( pregabalina) , que é um analgésico potente e muito usado em pacientes daibéticos com quadro de neuropatia ( li um estudo na revista da ADA ano passado que mostrava uma melhora na estrutura dos nervos e proteção destes em pacientes neuropatas) , além de ser muito usado também em pacientes com quadro de Fibromialgia, dores lombares . Sou eu! Este medicamento SÓ  pode ser vendido com receita especial, pois trata-se de um analgésico potente, e no meu caso, só posso usa-lo a noite, pois ele me deixa com muita tontura. 

Além disso, nos momento de dor aguda, recorrer ao bom e velho Tylenol e ao Tylex ( tudo, claro, com acompanhamento médico). A UNICA  coisa que eu fiz de errado foi ter tomado alguns comprimidos de Advil , mas agora não mais. Brasileiro tem MANIA  de se auto medicar. E isso á MUITO PERIGOSO. Não cometam esse erro.

Além disso, amanhã volto para a fisioterapia ( agora coluna pé e mão, pode?) e semana que vem farei todos os exames de diabetes, rins, coração, neuropatia, pisada, etc, etc, etc. Vamos aproveitar que o ano está acabadno para um check up geral. Pelo menos se algo não estiver bem, já vejo como vou tratar e NÃO  abuso no final do ano. 

Vou postando aqui a minha peregrinação pelos médicos que tenho que passar todo fim de ano, vamos ver como estou? Com medo, com certeza…

*** Dei uma lida em ulgumas reportagens na internet sobre dor nas pernas em diabéticos e rsolvi colocar aqui o link de uma materia bem interessante e completa, que mostra sintomas que muitas vezes o paciente não presta atenção, ou não associa ao diabetes ( sim, é uma complicação) . Os sintomas que tenho nas pernastem algo do que o m;edico fala, mas não tem essa gravidade….estou curiosa pra saber o que acontece comigo. Acompanhe por aqui, porque vou investigar esses pés e essas pernas a fundo.

http://www.portaldiabetes.com.br/conteudocompleto.asp?idconteudo=120

fontes: MD Saude / SBD . Portal Diabetes 


SIGA O INSTAGRAM @CLUBEDODIABETES