Diabetes Tipo 2

O Diabetes Tipo 2 é considerado o diabetes do adulto, e é responsável por 95 % dos diabéticos.

Esse tipo de diabetes é de 8 a 10 vezes mais comum que o Tipo 1, acometendo 10% da população, entre 30 a 69 anos. e  em alguns casos recém diagnosticados, pode ser tratado  ( controlado ) com dieta e exercícios físicos; em outros casos necessita de um tratamento mais rigoroso com medicamentos orais  hipoglicemiantes) e em fases mais avançadas e em pacientes de difícil controle será necessária a associação de insulina ou até mesmo a insulinoterapia intensiva.

Sabe-se que o Diabetes Tipo 2 possui  fator hereditário maior do que o Tipo 1. Além disso, há  grande relação com a obesidade e o sedentarismo, ou seja, com o estilo de vida. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos. A incidência é maior após os 40 anos.

Uma das peculiaridades é a contínua produção de insulina pelo pâncreas. O problema está na incapacidade de absorção pelas células musculares e adiposas; por muitas razões, essas  células não conseguem metabolizar a glicose presente na corrente sangüínea. Denomina-se essa anomalia de “Resistência Insulínica”.

Os sintomas do Diabetes Tipo 2 são menos pronunciados e esta é a razão para considerar este tipo de diabetes mais “silencioso” que o Tipo 1. Por isso ,o Diabetes Tipo 2 deve ser levado a sério pois seus sintomas podem permanecer desapercebidos por muito tempo, pondo em sério risco a saúde da pessoa .  Quando ocorre o diagnóstico, 50% das pessoas já têm complicações, como complicações

© Copyright – 2015 Clube do Diabetes. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: mufasa