O quanto ser amigo de um diabético pode te ajudar no controle ?

Cultivar amizades com pessoas que passam pelos mesmos problemas no dia a dia transformou minha vida, me deixou mais leve, mais feliz! 

 

friends carrossel

Há alguns dias atrás falei sobre o quanto acredito que o relacionamento ( no caso o casamento) contribuiu para que eu tomasse uma consciência melhor do meu corpo e de como é importante me cuidar todos os dias.

Este final de semana, a convite da start up Gluco Trends gravei com uma turma beeem legal de diabéticos um depoimento sobre a minha vida com diabetes. Participaram desta gravação pessoas muito queridas, como a enfermeira Juliana Souza, o personal trainer e fundador da Nova Equipe Emerson Bisan , a nutricionista Martha Amodio – mãe da Clarinha, que tem DM, eu e a nossa querida Life Coach Fabiana Couto.

Pedimos, eu e a Fabiana, para falar um pouquinho sobre a nossa amizade, que nasceu por um encontro casual, e por causa do Diabetes. Talvez, se não fosse pela nossa “doença”, nunca teríamos nos encontrado. Vivemos em bairros distantes, temos círculos de amizades diferentes. Apenas a mesma formação poderia nos cruzar profissionalmente em algum lugar da vida.

E como é ter amigos com Diabetes?

Imaginem uma situação bem comum no dia a dia: você acorda com uma hipoglicemia violenta e, depois sente aquela moleza, aquele frio, aquele sono. Precisa de um sono extra de uma hora para começar seu dia. Mas marcou um café no meio da manhã.

Ou então, você esquece de fazer o bolus, conta carboidrato errado, e a glicemia sobe.

Ou , você usa bomba de insulina, a canula entope a noite, você dorme sem insulina por horas e acorda com 540 de glicemia passando mal. Mas tem que ir ao evento que est;a programado para todo o dia. Mor-ren-do..

Quem você acha que, de verdade , vai entender de fato o que você está sentindo? Esses exemplos são físicos, mas ainda existem muitos questionamentos emocionais, sobre a vida….

Só quem passa pelo mesmo problema que você pode te entender DE VERDADE! E quando essas pessoas se tornam amigas, tudo parece ficar mais leve!

Eu não havia experimentado isso antes na minha vida, justamente porque sempre quis fugir de pessoas com a mesma condição que eu. Mas quando dei essa chance para mim mesma, vi o quanto isso é bom, benéfico, maravilhoso.

Compartilhar experiências, medos, besteiras, ver que os seus erros são os mesmos do outro, que tudo parece ser igual – e muitas vezes é, e que , finalmente, você não se sente mais tão sozinho nesse mundo. Não somos extraterrestres!

O dia a dia fica bem mais leve quando você pode pegar o telefone e ligar para uma amiga, ou amigo, e perguntar se aquele medicamento que vc vai tomar desgraçou o controle glicêmico. Acreditem!

Confira abaixo um trecho do vídeo que fará parte da campanha que participaremos. Mas só o trechinho que falamos de amizade, ta? 😉

 

 

© Copyright – 2015 Clube do Diabetes. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: mufasa