Confira aqui algumas dicas para não extrapolar nesta Páscoa

Sim, é possível comer um pouquinho de tudo sem que a glicemia atinja níveis altíssimos. Basta ter bom senso, tomar alguns cuidados, usar corretamente sua medicação e, se você for DM1, conte os carboidratos!

 

 

Calma! Que tal começar sua refeição pela salada?

No almoço de Páscoa, inicie a refeição com um prato recheado de saladas e legumes cozidos. Esses alimentos apresentam baixa quantidade calórica e são ricos em fibras que dão maior sensação de saciedade. Tempere as saladas com azeite, limão, vinagre e evite, o quanto for possível, os molhos prontos, que costumam ser muito calóricos, com sódio em excesso. O azeite também é rico em calorias e, por isso, tenha moderação.

Carnes, Aves, Peixes

Opte por carnes mais magras como o filé mignon, lagarto, peixes, aves (sem a pele). Retire a máxima quantidade de gordura visível do alimento. A bacalhoada é rica em calorias. Por essa razão, controle a quantidade ingerida ( e siga a dica do item acima!) Você pode tentar elaborar suas receitas com bacalhau e peixe com menos gorduras em suas preparações. Você poderá conferir algumas receitas aqui no blog até o domingo de Páscoa!

 

Fique atento aos acompanhamentos !

Como acompanhamento, evite as massas com molhos ricos em gorduras como quatro queijos e branco. Dê preferência para as massas com molho de tomate ou então ao clássico arroz integral.

Gosta de sobremesa? Você pode!

Para a sobremesa, a melhor opção são as frutas. Evite doces muito elaborados como mousse, tortas e bolos com recheios, cremes, pois acrescentam muitas calorias à sua refeição já que possuem além do açúcar, uma quantidade considerável de gorduras .Caso não resista à tentação, fique atendo às quantidades, para que possa programar a insulina ou o medicamento. Evite abusos! Quer evitar? Que tal tentar uma gelatina diet?

Durante a refeição

Evite repetir a refeição, controle a quantidade dos alimentos ingeridos. Lembre-se também de não pegar um pouco de tudo que for servido, escolha a preparação de sua preferência e coma apenas aquilo. Desta forma, você evita os deslizes, já que ficará satisfeito !

 

Chocolate, devo resistir?

É quase impossível ficar ileso a chocolate na Páscoa, seja ele em formato de ovo ou uma simples barra. Nessa hora, o controle é fundamental. Mas é possível passar sem que a alimentação corra algum risco. Se você está determinado a manter sua glicemia sob controle ( e vale também para quem quer evitar ganhar uns quilinhos), avise as pessoas que podem dar algum ovo de Páscoa. Diga que, nesse momento, a melhor opção é o ovo menor e menos calórico – lembrando que o chocolate diet é tão calórico quanto os tradicionais (ao leite, meio amargo). Não caia na armadilha de escolher o diet pensando que com ele o estrago será menor.

Não coma um ovo inteiro ou uma caixa de bombom em um único dia! Comer pequenas quantidades nos dias próximos da Páscoa diminuirá o risco de desistir da dieta. Se ganhou muitos ovos ou se ele for o maior, divida-os em pequenos pedaços e, se tiver balança de cozinha em casa, pese, embrulhe em pedaços de papel alumínio e guarde em um recipiente cm tampa. Desta forma, você terá controle sobre o que come, não eleva sua glicemia e ainda faz seu ovo durar muito ! Uma dica: O chocolate meio amargo contém anti oxidantes, menos açúcar ( eleva menos a glicemia)e sacia muito a vontade de doces. Vale a pena experimentar!

Não se esqueça de monitorar sua glicemia !

Previna-se, planeje!

Tem dúvidas, prefere decidir as refeições com calma e planejamento, não quer errar? Então corra para um nutricionista e peça ajuda para planejar o cardápio do feriado! O profissional vai, com certeza, orientá-lo sobre a melhor forma de aproveitar as delícias da Páscoa sem sair do controle, seja ele glicêmico ou de peso!

Por Dra. Deise Santiago – Nutricionista
www.horadotreino.com.br

 

 

© Copyright – 2015 Clube do Diabetes. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: mufasa